TRECHOS DE MÚSICAS






“Cause in his life he is filled
With all these good intentions...”
(3 Doors Down, na canção "Be Like That")



“Now and dreams we run...”
(3 Doors Down, na canção "Be Like That")



“All she wants is just that something
To hold on to
That's all she needs...”
(3 Doors Down, na canção "Be Like That")



“And all she wants is just
A little piece of this dream,
Is that too much to ask?”
(3 Doors Down, na canção "Be Like That")



“But all the miles that separate
They disappear now when I'm dreaming of your face...”
(3 Doors Down, na canção "Here Without You")



“I've heard this life is overrated
But I hope that this gets better as we go...”
(3 Doors Down, na canção "Here Without You")



“Twenty-five years and my life is still
I'm trying to get up that great big hill of hope
For a destination...”
(4 Non Blondes, na canção "What's Up?")



“And so I cry sometimes when I'm lying in bed
Just to get it all out what's in my head...”
(4 Non Blondes, na canção "What's Up?")



“And I scream from the top of my lungs
What's going on?”
(4 Non Blondes, na canção "What's Up?")



“Nunca mais
Quero ver você me olhar
Sem me entender em mim...”
(14 Bis, na canção "Espanhola")



“Que é pra ver se você volta,
Que é pra ver se você vem,
Que é pra ver se você olha,
Pra mim...”
(Adriana Calcanhotto, na canção "Mentiras")



“Estou em milhares de cacos
Eu estou ao meio
Onde será
Que você está agora?”
(Adriana Calcanhotto, na canção "Metade")



“E o meu coração embora
Finja fazer mil viagens
Fica batendo parado
Naquela estação...”
(Adriana Calcanhotto, na canção "Naquela Estação")



“'Cause love is like the right dress
On the wrong girl
You never know what you're gonna find
You think you're high and fine as wine
Then you wind up like a dog in a ditch
'Cause love is like a wrong turn
On a cold night...”
(Aerosmith, na canção "Ain't That a Bitch")



“In a daze
In the throes of emotion
You see God in the Devil's eyes...”
(Aerosmith, na canção "Ain't That a Bitch")



“You can tell it to the jury
But you ain't got no case...”
(Aerosmith, na canção "Ain't That a Bitch")



“You know the stuff is poison
But you gotta have a taste...”
(Aerosmith, na canção "Ain't That a Bitch")



“I kept the right ones out
And let the wrong ones in...”
(Aerosmith, na canção "Amazing")



“There were times in my life
When I was goin' insane
Tryin' to walk through the pain...”
(Aerosmith, na canção "Amazing")



“I was so sick and tired
Of livin' a lie
I was wishin' that I would die...”
(Aerosmith, na canção "Amazing")



“And how high can you fly with broken wings?”
(Aerosmith, na canção "Amazing")



“Life's a journey not a destination
And I just can't tell just what tomorrow brings...”
(Aerosmith, na canção "Amazing")



“You have to learn to crawl
Before you learn to walk...”
(Aerosmith, na canção "Amazing")



“So, from all of us at Aerosmith
To all of you, wherever you are
Remember, the light at the end of the tunnel
May be you...”
(Aerosmith, na canção "Amazing")



“Don't know what i'm gonna do about this feeling inside
Yes, it's true loneliness took me for a ride...”
(Aerosmith, na canção "Angel")



“You're the reason i live
You're the reason i die
You're the reason i give when i break down and cry
Don't need no reason why...”
(Aerosmith, na canção "Angel")



“Sometimes the things you see they just ain't so...”
(Aerosmith, na canção "Avant Garden")



“I dream of the day
When our worlds collide...”
(Aerosmith, na canção "Avant Garden")



“Sometimes my life ain't what it seeming
Right from the start it's what your hearts believing
Could all this just be lucid dreaming
But dreams aint just enough for me...”
(Aerosmith, na canção "Avant Garden")



“No one should ever be so broken hearted...”
(Aerosmith, na canção "Avant Garden")



“And all I was so unsure of
And then came you
Into my life...”
(Aerosmith, na canção "Beyond Beautiful")



“Some things are never what they seem
My heaven's turned into a landslide
I thank God I woke up from that dream...”
(Aerosmith, na canção "Blind Man")



“Don't make no sense lightin' candles
There's too much moonlight in our eyes...”
(Aerosmith, na canção "Blind Man")



“Because here comes the sun
Ain't no surprise
Ain't no doubt about it
Gonna open up your eyes...”
(Aerosmith, na canção "Blind Man")



“The tears are in my mind
And nothing is rhyming...”
(Barry Manilow, na canção "Mandy")



“The pain is calling...”
(Barry Manilow, na canção "Mandy")



“Nós todos cometemos erros
E o meu foi acreditar...”
(Capital Inicial, na canção "1999")



“1999 vai ser só mais um ano
Um dia na vida, uma gota no oceano...”
(Capital Inicial, na canção "1999")



“Se eu pedisse pra você duvidar do que eu digo
Por onde você começaria?”
(Capital Inicial, na canção "1999")



“Nós todos temos medo
E o meu pode me cegar...”
(Capital Inicial, na canção "1999")



“Ninguém sabe as respostas
Então, pra que perguntar?”
(Capital Inicial, na canção "1999")



“Se eu for ligar pro que é que vão falar
Não faço nada...”
(Capital Inicial, na canção "O Mundo")



“E segue o que a gente nunca soube lidar
E segue porque a gente mente
E mente pra poder andar
E segue o que a gente nunca soube parar...”
(Dado Villa-Lobos, na canção “Como Te Gusta”)



“Se tivesse cores em mim
Eu daria o tom
Coloria o que não tem cor
Rabiscava o céu
Mas no escuro eu não fico
Porque eu sei o meu lugar...”
(Dado Villa-Lobos, na canção “Cores em Mim”)



“O tempo é um professor sem pressa
Mas é exigente...”
(Dado Villa-Lobos, na canção “Diamante”)



“Já parei de fumar
Parar de trair, tô prometendo
Mas quem tem dentes
Um dia acaba mordendo...”
(Dado Villa-Lobos, na canção “Dias”)



“Toda esperança tem um fio muito curto
Quando fica a metade, parece quase tudo...”
(Dado Villa-Lobos, na canção “Quase Nada”)



“Agora entendo que andei perdido
O que é que eu faço pra você me perdoar?”
(Guilherme Arantes, na canção "Um Dia, Um Adeus")



“Uma guerra sempre avança a tecnologia
Mesmo sendo guerra santa, quente, morna ou fria
Pra que exportar comida
Se as armas dão mais lucros na exportação?”
(Legião Urbana, na canção “A Canção do Senhor da Guerra”)



“Existe alguém que está contando com você
Pra lutar em seu lugar
Já que nessa guerra
Não é ele quem vai morrer
E quando, longe de casa, ferido e com frio
O inimigo você espera
Ele estará com outros velhos
Inventando novos jogos de guerra...”
(Legião Urbana, na canção “A Canção do Senhor da Guerra”)



“Lembre-se sempre
Que Deus está do lado de quem vai vencer...”
(Legião Urbana, na canção “A Canção do Senhor da Guerra”)



“Nós somos tão modernos
Só não somos sinceros
Nos escondemos mais e mais...”
(Legião Urbana, na canção “A Dança”)



“Uma menina me ensinou quase tudo que eu sei
Era quase escravidão, mas ela me tratava como um rei
Ela fazia muitos planos, eu só queria estar ali
Sempre ao lado dela, eu não tinha aonde ir
(...)
Ela também estava perdida
E por isso se agarrava a mim também
E eu me agarrava a ela
Eu não tinha mais ninguém...”
(Legião Urbana, na canção “Ainda é Cedo”)



“Mentir é fácil demais...”
(Legião Urbana, na canção "As Flores do Mal")



“Volta pro esgoto, baby
E vê se alguém te quer...”
(Legião Urbana, na canção "As Flores do Mal")



“Todos já sabem o que você faz
Teu perfume barato, teus truques banais
Você acabou ficando pra trás...”
(Legião Urbana, na canção "As Flores do Mal")



“Será que eu sou capaz de enfrentar o seu amor
Que me traz insegurança e verdade demais?”
(Legião Urbana, na canção "A Tempestade")



“Já estou cheio de me sentir vazio
Meu corpo é quente, estou sentindo frio
Todo mundo sabe, ninguém quer mais saber
Afinal, amar ao próximo é tão demodê...”
(Legião Urbana, na canção “Baader-Meinhof Blues”)



“Não estatize meus sentimentos
Pra seu governo
O meu estado
É independente...”
(Legião Urbana, na canção “Baader-Meinhof Blues”)



“E a dor é menor do que parece
Quando ela se corta, ela se esquece
Que é impossível ter da vida
Calma e força
Viver em dor, o que ninguém entende
Tentar ser forte a todo e cada amanhecer...”
(Legião Urbana, na canção "Clarisse")



“De quando em quando é um novo tratamento
Mas o mundo continua sempre o mesmo...”
(Legião Urbana, na canção "Clarisse")



“A falta de esperança e o tormento de saber
Que nada é justo e pouco é certo
E que estamos destruindo o futuro
E que a maldade anda sempre aqui por perto...”
(Legião Urbana, na canção "Clarisse")



“Eu sou um pássaro
Me trancam na gaiola
E esperam que eu cante como antes...”
(Legião Urbana, na canção "Clarisse")



“Você gosta mesmo de mim
Se arriscando a me perder assim
Ao me explicar o que eu não quero ouvir
Ainda não estou pronto pra saber a verdade
Ou não estava até uma estação atrás...”
(Legião Urbana, na canção "Comédia Romântica")



“Acho que só agora eu começo a ver
Que tudo o que você me disse
É o que você gostaria que tivessem dito pra você...”
(Legião Urbana, na canção "Comédia Romântica")



“Sou eu mesmo e serei eu mesmo então
E não há nada de errado comigo não...”
(Legião Urbana, na canção "Comédia Romântica")



“E eu queria que o tempo pudesse voltar dessa vez...”
(Legião Urbana, na canção "Comédia Romântica")



“Aquele gosto amargo do teu corpo
Ficou na minha boca por mais tempo
De amargo e então salgado ficou doce
Assim que o teu cheiro forte e lento
Fez casa nos meus braços...”
(Legião Urbana, na canção “Daniel na Cova dos Leões”)



“A insegurança não me ataca quando erro...”
(Legião Urbana, na canção “Daniel na Cova dos Leões”)



“E o teu medo de ter medo de ter medo
Não faz da minha força confusão...”
(Legião Urbana, na canção “Daniel na Cova dos Leões”)



“Mas tão certo quanto o erro de ser barco a motor
E insistir em usar os remos
É o mal que a água faz quando se afoga
E o salva-vidas não está lá
Porque não o temos...”
(Legião Urbana, na canção “Daniel na Cova dos Leões”)



“Deve haver algum lugar
Onde o mais forte não consegue escravizar
Quem não tem chance...”
(Legião Urbana, na canção “Fábrica”)



“De onde vem a indiferença
Temperada a ferro e fogo?”
(Legião Urbana, na canção “Fábrica”)



“Quem me dera acreditar
Que não acontece nada
De tanto brincar com fogo
Que venha o fogo então...”
(Legião Urbana, na canção “Fábrica”)



“Se dez batalhões viessem à minha rua
E vinte mil soldados batessem à minha porta
À sua procura
Eu não diria nada
Porque lhe dei minha palavra...”
(Legião Urbana, na canção "La Maison Dieu")



“Sexo compra dinheiro e companhia
Mas nunca amor e amizade, eu acho...”
(Legião Urbana, na canção "La Maison Dieu")



“Parem, por favor! Isso dói!”
(Legião Urbana, na canção "La Maison Dieu")



“Devemos flertar com o perigo
Seguir nossos instintos primitivos
Quem sabe não serão estes
Nossos últimos momentos divertidos?”
(Legião Urbana, na canção "La Maison Dieu")



“Eu sou a tua morte
E lhe quero bem...”
(Legião Urbana, na canção "La Maison Dieu")



“Cuidado com a coisa coisando por aí
A coisa coisa sempre, também coisa por aqui...”
(Legião Urbana, na canção "Marcianos Invadem a Terra")



“E o carinha do rádio não quer calar a boca
E quer o meu dinheiro e as minhas opiniões
Ora, se você quiser se divertir
Invente suas próprias canções...”
(Legião Urbana, na canção "Marcianos Invadem a Terra")



“E tudo aquilo contra o que sempre lutam
É exatamente tudo aquilo que eles são...”
(Legião Urbana, na canção "Marcianos Invadem a Terra")



“And I guess it’s just a phase
I don’t know where I’m going...”
(Legião Urbana, na canção "Mariane")



“Acho que não sei quem sou
Só sei do que não gosto...”
(Legião Urbana, na canção “O Teatro dos Vampiros”)



“Esse é o nosso mundo
O que é demais nunca é o bastante
E a primeira vez
É sempre a última chance...”
(Legião Urbana, na canção “O Teatro dos Vampiros”)



“Sei que não tenho a força que tens
Se me vejo feliz, quase sempre exijo um talvez...”
(Legião Urbana, na canção "Uma Outra Estação")



“Não me diga como eu devo ser
Gosto do jeito que sou
Quem insiste em julgar os outros
Sempre tem alguma coisa pra esconder...”
(Legião Urbana, na canção "Uma Outra Estação")



“Estou longe, longe
Estou em outra estação...”
(Legião Urbana, na canção "Uma Outra Estação")



“Deixa de lado essa pobreza
De quem insiste em julgar e explicar...”
(Leila Pinheiro & Renato Russo, na canção “Hoje”)



“Deixa que falem
Eles não sabem...”
(Leila Pinheiro & Renato Russo, na canção “Hoje”)



“Já fiz até um testamento
Que não tem nada, nada, nada escrito
Já que a minha maior herança
É a que eu vou levar comigo...”
(Luxúria, na canção "Ódio")



“Esse meu ódio é
O veneno que eu tomo
Querendo que o outro morra...”
(Luxúria, na canção "Ódio")



“Eu tenho tido a alegria como dom
Em cada canto vejo o lado bom...”
(Mallu Magalhães, na canção "Velha e Louca")



“Respiro fundo e canto
Mesmo que um tanto rouca...”
(Mallu Magalhães, na canção "Velha e Louca")



“Pode falar, não me importa
O que tenho de torta, eu tenho de feliz...”
(Mallu Magalhães, na canção "Velha e Louca")



“E o mal maior parecia estar
Não dentro de mim
Mas nas mãos de quem tentou me ajudar...”
(Marcelo Bonfá, na canção “A Dama do Lago”)



“O que era medo hoje é motivo
E os erros são as lições...”
(Marcelo Bonfá, na canção “A Dama do Lago”)



“Tenho a mim mesmo
E sei que tenho um abrigo
Tenho as minhas asas ainda tão fortes
Que até posso te levar comigo...”
(Marcelo Bonfá, na canção “A Dama do Lago”)



“Não importa a intenção de se salvar
Pelo bem ou pelo mal
Existe um universo paralelo camuflado
Pelo mundano real...”
(Marcelo Bonfá, na canção “Aurora do Subúrbio”)



“O futuro é aprender
A ler aquilo que não está escrito
São pequenos sinais
Nas nuvens, nas estrelas...”
(Marcelo Bonfá, na canção “Depois da Chuva”)



“Nessas horas eu chego a acreditar
Que certas vezes o melhor
É se entregar à ilusão...”
(Marcelo Bonfá, na canção “Depois da Chuva”)



“Há tando destino diverso
Às vezes avesso ao que vemos...”
(Marcelo Bonfá, na canção “O Veleiro de Cristal”)



“Memórias e sonhos são só ficções
Mistério esse não saber...”
(Marcelo Bonfá, na canção “O Veleiro de Cristal”)



“O silêncio faz a verdade aparecer...”
(Marcelo Bonfá, na canção “O Veleiro de Cristal”)



“Algumas vidas se juntam e se completam
Outras se cruzam sem se tocar...”
(Marcelo Bonfá, na canção “O Veleiro de Cristal”)



“Pois sempre precisei de tanto espaço pra ficar sozinho
Nestas noites que não passam
Eu quem sou que não sou meu coração
Enquanto as árvores dançam
São suas folhas que caem...”
(Marcelo Bonfá, na canção “Todos os Sonhos do Mundo”)



“Às vezes eu quase consigo entender tudo assim
Muita coisa que eu digo é apenas para mim
As coisas mais simples
São mesmo difíceis de se dizer...”
(Marcelo Bonfá, na canção “Todos os Sonhos do Mundo”)



“Quanto vale o esforço de uma vontade
Se temos sempre que remar contra a maré
Vamos então unir as forças e vencer...”
(Marcelo Bonfá, na canção “Vera Cruz”)



“Os tempos mudam e com eles os desejos
Os temos mudam e com eles as verdades...”
(Marcelo Bonfá, na canção “Vera Cruz”)



“Não me entregue o seu ódio
Sua crise existencial
Preliminares não me atingem
O que interessa é o final
E não me venha com problemas
Sinta sozinho o seu mal...”
(Renato Russo, na canção “Boomerang Blues”)



“Eu tenho cicatrizes
Mas eu não me importo não
Melhor do que a sua ferida aberta
E o sangue ruim do seu coração...”
(Renato Russo, na canção “Boomerang Blues”)



“If your feelings fall apart
And you can't sustain your heart
It's time to realise what you really are...”
(Shaaman, na canção "Blind Spell")



“Sometimes we hide inside a hole and fade away
We turn to stone
And let the weather carve its traces
To open our eyes one day...”
(Shaaman, na canção "Blind Spell")



“Help me, help me to open my eyes someday...”
(Shaaman, na canção "Blind Spell")



“Two grey smoky clouds arise
Inside your black eyes
Day after day and still you wonder
How to overcome it all and never lose the hope...”
(Shaaman, na canção "Distant Thunder")



“Evening falls weighing on your shoulders
Like your feelings inside...”
(Shaaman, na canção "Distant Thunder")



“Life is short and wait is long...”
(Shaaman, na canção "Fairy Tale")



“Fairy lady, your love is long gone
Oh darling
Hear my soul and heed my cry
Cause all my crying may flood a river in my heart...”
(Shaaman, na canção "Fairy Tale")



“Oh darling
Hear my soul and heed my cry
Cause all my crying may flood an ocean in my heart...”
(Shaaman, na canção "Fairy Tale")



“Oh… Life is good...
As good as a kiss...”
(Shaaman, na canção "Fairy Tale")



“What's left around me
It's all so strange, it's all so dark
I'm all alone here
To mend the peaces of my heart...”
(Shaaman, na canção "Fairy Tale")



“Roll with the clouds,
Sing with the birds,
'Cos one day we'll have to say goodbye...”
(Shaaman, na canção "For Tomorrow")



“Walk along, marching on for tomorrow
In this neverending way...”
(Shaaman, na canção "For Tomorrow")



“Is this a life or just a game to lose or win?”
(Shaaman, na canção "Here I Am")



“There will come a time to understand...”
(Shaaman, na canção "Here I Am")



“I lost my innocence
I'm on my way
Across the desert
To rescue what I sent
Out of my heart away...”
(Shaaman, na canção "Innocence")



“One thing I know
I want more...”
(Shaaman, na canção "More")



“You won't get what you deserve
You are what you take...”
(Shaaman, na canção "More")



“It's good to feel that you're alive
But life will get along to something larger than me...”
(Shaaman, na canção "Over Your Head")



“I wanna tear through the sky
And be the very first to die...”
(Shaaman, na canção "Over Your Head")



“You betray yourself
When you think that you're someone else...”
(Shaaman, na canção "Pride")



“Someday I'll understand my dreams so deep inside
And then I'm free again to leave the pain behind...”
(Shaaman, na canção "Pride")



“Someday I'm gone away with nothing but my pride...”
(Shaaman, na canção "Pride")



“You forgive yourself
When you know that you're someone else...”
(Shaaman, na canção "Pride")



“Once again the fate has crossed our ways
As the fire burns away...”
(Shaaman, na canção "Ritual")



“I can read the promise in your mind
To yourself again, that you will play the strong one
But you burn inside, you bleed inside
So you remain the same…”
(Shaaman, na canção "Time Will Come")



“Someday you'll be gone
Where to, you'll never know...
See you there!”
(Shaaman, na canção "Time Will Come")



“Não me deixe só
Que eu tenho medo do escuro
Eu tenho medo do inseguro
Dos fantasmas da minha voz...”
(Vanessa da Matta, na canção "Não Me Deixe Só")



“Não me deixe só
Tenho desejos maiores
Eu quero beijos intermináveis
Até que os olhos mudem de cor...”
(Vanessa da Matta, na canção "Não Me Deixe Só")



“Quero gosto sincero de amor...”
(Vanessa da Matta, na canção "Não Me Deixe Só")



“Fique mais
Que eu gostei de ter você
Não vou mais querer ninguém
Agora que sei quem me faz bem...”
(Vanessa da Matta, na canção "Não Me Deixe Só")



“Eu sou de paz
Eu sou do bem
Mas não me deixe só...”
(Vanessa da Matta, na canção "Não Me Deixe Só")



“She's getting tired of her high class toys
And all her presents from her uptown boys
She's got a choice...”
(Westlife, na canção "Uptown Girl")



“A secret to tell
I got something they don't have...”
(Whigfield, na canção "Close To You")



“No, I don't know where I'm going
But I sure know where I've been...”
(Whitesnake, na canção "Here I Go Again")



“Though I keep searching for an answer
I never seem to find what I'm looking for
Oh, Lord, I pray you give me strength to carry on
'Cause I know what it means
To walk along the lonely street of dreams...”
(Whitesnake, na canção "Here I Go Again")



“And here I go again on my own
Going down the only road I've ever known
Like a drifter I was born to walk alone...”
(Whitesnake, na canção "Here I Go Again")



“Is this love that I'm feeling?
Is this the love that I've been searching for?
Is this love or am I dreaming?
This must be love...”
(Whitesnake, na canção "Is This Love")



“I don't really need to look very much further
I don't wanna have to go where you don't follow...”
(Whitney Houston, na canção "I Have Nothing")



“If I leave here tomorrow
Will you still remember me?
For I must be traveling on now
There's so many places I gotta see...”
(Will To Power, na canção "Baby I Love Your Way")



“I'm as free as a bird now
And this bird will never change...”
(Will To Power, na canção "Baby I Love Your Way")



“With the help of some fireflies
I wonder how they have the power to shine...”
(Will To Power, na canção "Baby I Love Your Way")



“O deserto que atravessei
Ninguém me viu passar
Estranha e só...”
(Zélia Duncan, na canção "Catedral")



“Mas vi você
Tão longe de chegar
Mas perto de alguém lugar...”
(Zélia Duncan, na canção "Catedral")



“Olhei pra mim
Me vi assim
Tão perto de chegar
Aonde você não está...”
(Zélia Duncan, na canção "Catedral")



“Solidão...
Quem pode evitar?”
(Zélia Duncan, na canção "Catedral")



“Meu escuro é meu escudo
E silencioso é o meu coração...”
(Zélia Duncan, na canção "Toda Vez")



“Se eu calei foi de tristeza, você cala por calar...”
(Zé Ramalho, na canção "Avohai")



“Entrecortando, eu sigo dentro a linha reta
Eu tenho a palavra certa
Pra doutor não reclamar...”
(Zé Ramalho, na canção "Avohai")



“Quanto vale um homem para amar você?”
(Zé Ramalho, na canção "Garoto de Aluguel")



“Você vai chorando e eu fico sorrindo...”
(Zé Ramalho, na canção "Garoto de Aluguel")



“Não existe saudade mais cortante
Do que a de um grande amor ausente
Dura feito diamante
Corta a ilusão da gente...”
(Zé Ramalho, na canção "Entre a Serpente e a Estrela")



“Toco a vida pra frente
Fingindo não sofrer...”
(Zé Ramalho, na canção "Entre a Serpente e a Estrela")



“E sei que não será surpresa
Se o futuro me trouxer
O passado de volta
Num semblante de mulher...”
(Zé Ramalho, na canção "Entre a Serpente e a Estrela")



“Se entregou ao seu amor, porque
Não quis ficar como os beatos
Nem mesmo entre Deus ou o capeta...”
(Zé Ramalho, na canção "Mistérios da Meia-Noite")



“Eu quero ver Soraya queimada
Soraya queimada
Porque Soraya me queimou
E doeu...”
(Zéu Britto, na canção "Soraia Queimada")